Rondônia, quarta-feira, 18 de outubro de 2017
 
 

Polícia Civil investiga crimes ambientais na região do Vale do Jamari | Imagemnews.com.br Agência Imagemnews - Jornal Eletrônico, Notícias de Rondônia e Região Polícia Civil investiga crimes ambientais na região do Vale do Jamari
24/11/2014 - 19:11 - ( Meio-Ambiente )

A Polícia Civil começou a fazer laudos sobre os crimes ambientais na região do Vale do Jamari, especialmente na retirada de madeira de áreas ilegais, como na reserva estadual dos Pacaás Novos, próxima a Campo Novo de Rondônia. Para agilizar o trabalho, um helicóptero da Polícia Militar foi utilizada na atividade, encerrada na sexta-feira (21). “O helicóptero é um grande instrumento de trabalho. Em um dia, conseguimos visitar oito ou nove locais com suspeitas de crimes ambientais. Confirmamos a localização geográfica via GPS e tiramos fotos da área destruída. Se fosse de caminhonete, em algumas situações, conseguiríamos ir em apenas um local. Isso vai dar muita agilidade no encaminhamento dos inquéritos policiais”, disse o perito Fabrício Sena.

Para o delegado regional de Ariquemes, Renato Morari, a punição é a melhor forma de coibir os crimes ambientais que crescem a cada dia no Vale do Jamari. “Aqui na região, não escapa nenhuma área, seja ela grande ou pequena. Temos muito trabalho. Os peritos atuaram por aqui durante uma semana e avançamos muito. Agora, em dezembro ou janeiro, vamos trazer os peritos e o helicóptero por mais uma semana. Vamos dar conta dos inquéritos anteriores também, que necessitam de laudos da Polícia Civil. A Justiça aceita apenas os documentos produzidos por nós, então, vamos ao trabalho. Desta vez, cuidamos dos inquéritos de 2014. Depois, virão de 2013, 2012 e assim sucessivamente. Só assim para coibir os crimes ambientais”.
 
O delegado também explica o porquê da produção desses laudos. “A Secretaria Estadual de Desenvolvimento Ambiental (Sedam) faz a fiscalização, detecta o crime ambiental. Daí, o Ministério Público solicita o inquérito policial para responsabilização. Então, nosso trabalho é produzir as provas para embasar o trabalho do MP”, falou Renato Morari.
 
Amazônia
O desmatamento na Amazônia segue com forte tendência de crescimento, segundo o Sistema de Alerta de Desmatamento (SAD), operado pela ONG Imazon.
 
O relatório divulgado no dia 17/11 aponta que o desmatamento em outubro alcançou 244 km², um aumento de 467% em relação ao mesmo mês de 2013. Ainda de acordo com o SAD, Rondônia, Mato Grosso, Pará e Amazonas foram responsáveis, juntos, por 85% do corte raso registrado no último mês de outubro.
 
A maior parte desse total (60%) ocorreu em terras privadas ou sob o controle de posseiros, excluindo-se, desse percentual, os assentamentos de reforma agrária, responsáveis por 22% da área total desmatada. Ainda segundo o relatório, 16% do desmatamento em outubro ocorreram em unidades de conservação de uso sustentável – florestas nacionais e estaduais, áreas de proteção ambiental e reservas extrativistas.
 
Um dos dados mais alarmantes refere-se à degradação da cobertura florestal. Foram mapeados 468 km² de florestas degradadas (florestas intensamente exploradas pela retirada de madeira ou que sofreram com queimadas), um crescimento de mais de 1.000% em relação a outubro de 2013. O estado de Mato Grosso foi responsável, sozinho, por 90% da degradação florestal. A área da Amazônia Legal monitorada pelo SAD em outubro foi de 72%, segundo o Imazon – os 28% restantes estiveram cobertos por nuvens.
 
As estimativas de corte raso registradas pelo SAD entre agosto e outubro – que correspondem aos três primeiros meses do calendário oficial do desmatamento de 2015 – acumulam 1.082 km² de desmatamento, o que representa um aumento de 226% em relação ao mesmo período de 2013.

Fonte : Rondoniavip    Autor : Rondoniavip

 
 
Nome :
E-mail :
Comentários :

 

Digite o código ao lado :
Code Image - Please contact webmaster if you have problems seeing this image code Mostrar outro código

 

 
Existem ( 0 ) Comentário(s)

 
 
Nome :

E-mail* :

Cadastrar Remover


Nosso Telefone : (69) 3229-0355 / (69) 8402-4833 E-mail : atendimento@imagemnews.com
Endereço: R. Joaquim Nabuco, 2507 sala 16 Bairro: centro Cidade : Porto Velho - Rondônia