Rondônia, quarta-feira, 26 de julho de 2017
 
 

Uma família muito distinta! | Imagemnews.com.br Agência Imagemnews - Jornal Eletrônico, Notícias de Rondônia e Região Uma família muito distinta!
2/3/2016 - 18:20 - ( Cultura )

família ShocknessQuando eu era criança costumava ficar horas olhando o meu pai manusear os documentos e fotografias que ele guardava.

Aquele retrato preto e branco, com uma família grande, todos negros e bem vestidos, sempre me chamava a atenção.

- “Pai, é a nossa família?”
- “Não. São os...!” 

Meu pai falava um nome diferente e eu sempre esquecia.

- “Pai, não tem ninguém da nossa família neste retrato?”
- “Não.”
- “Este retrato é tão bonito! O senhor tem outros parecidos com este?”
- “Não. Igual a esse não há!” 

Eu repeti estas perguntas, conscientemente, ao longo de anos!

Tinha a esperança de que o tempo fizesse o velho Pierre me dar as respostas que eu queria ouvir.

Na enésima vez me rendi aos fatos e perguntei:

- “Pai, e quem são esses...?”
- “Giovanni, eles são uma família muito distinta!”

Nunca esqueci essa resposta pois o meu pai reservava este elogio a pouquíssimas pessoas.

O retrato da família com um sobrenome diferente e o elogio do meu pai preencheram uma lacuna histórica e o fato daquele não ser o retrato da Família Harvey deixou de ser relevante.

Cresci num tempo no qual a representação visual dos nossos antepassados se restringia a desenhos, pinturas e retratos ambientados no período da escravidão e, neste contexto, “o retrato que não era nosso” era “tão nosso como se fosse” ao ponto de funcionar como uma espécie de escudo.

A imagem daquela família, todos negros e bem vestidos, contrapunha os estereótipos aos quais eu me expunha na escola e que eram reproduzidos pelos meios de comunicação.

O tempo passou, meu pai morreu aos 94 anos e, quase 50 anos depois da primeira vez que eu vi o retrato nas mãos dele, encontrei a mesma imagem numa página dedicada a preservação da memória dos imigrantes antilhanos. 

Não encontrei apenas a imagem: constava a data aproximada, 1950, a identificação do local, Porto Velho, e o sobrenome da família retratada.

Foi como se o tempo tivesse voltado e eu pudesse ouvir, compreender e memorizar a voz do velho Pierre respondendo para mim, com a voz empostada e a pronúncia impecável:

- “São os Shockness!”

Agora o nome que eu não ouvia direito, não compreendia e não memorizava me soa absolutamente familiar.

O sentimento de culpa que eu tinha por ter esquecido o  sobrenome daquela distinta família se esvaiu como a fumaça das locomotivas da Estrada de Ferro Madeira Mamoré.

Percebi que a coisa mais importante que o velho Pierre me falou sobre a Família Shockness eu nunca esqueci.

Agora sou eu o velho que manuseia documentos e fotografias sob o olhar de curiosidade das minhas filhas.

- “Pai, é a nossa família?” 
- “Não, mas é como se fosse a nossa família! É a Família Shockness.”
- “Quem são os Shockness?”
- “Eles imigraram para o Brasil na mesma época da sua bisavó, Mary Harvey, e moram em Porto Velho”.
- “Você já conheceu os Shockness?”
- “Conheci sim, filha, eles são uma família muito distinta!”

Giovanni Harvey 
Descendente de Barbadianos 
Ex – Secretário da SEPPIR – Secretaria de Políticas Públicas de Igualdade Racial do Governo Federal


Fonte : Imagem News    Autor : Imagem News

 
 
Nome :
E-mail :
Comentários :

 

Digite o código ao lado :
Code Image - Please contact webmaster if you have problems seeing this image code Mostrar outro código

 

 
Existem ( 0 ) Comentário(s)

 
 
Nome :

E-mail* :

Cadastrar Remover


Nosso Telefone : (69) 3229-0355 / (69) 8402-4833 E-mail : atendimento@imagemnews.com
Endereço: R. Joaquim Nabuco, 2507 sala 16 Bairro: centro Cidade : Porto Velho - Rondônia