Rondônia, sexta-feira, 24 de novembro de 2017
 
 

Bolívia recebe missão técnica da FAO e do governo brasileiro para impulsionar setor algodoeiro | Imagemnews.com.br Agência Imagemnews - Jornal Eletrônico, Notícias de Rondônia e Região Bolívia recebe missão técnica da FAO e do governo brasileiro para impulsionar setor algodoeiro
23/10/2017 - 14:53 - ( Informe a categoria )


A Bolívia recebe esta semana (de 23 a 27) a missão técnica de implementação do projeto +Algodão, que tem como objetivo contribuir para o desenvolvimento sustentável do setor algodoeiro no país em benefício de agricultores familiares comunitários, indígenas, camponeses e produtores em geral — protagonistas da segurança e soberania alimentar e nutricional.

O projeto +Algodão Bolívia é uma iniciativa da Cooperação Sul-Sul Trilateral em que participam a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), o governo brasileiro — representado pela Agência Brasileira de Cooperação (ABC/MRE) — e os ministérios de Desenvolvimento Rural e Terras e de Desenvolvimento Produtivo e Economia Plural da Bolívia.

O projeto será lançado nesta segunda-feira (23) na cidade de Santa Cruz de la Sierra, com a participação dos diversos atores envolvidos nesta iniciativa para socializar a estratégia de implementação, apresentar a equipe técnica do projeto, os ministérios da contraparte nacional, as organizações de produtores de algodão, as organizações brasileiras cooperantes e outras instituições participantes do projeto.

No mesmo dia, acontecerá a primeira reunião do Comitê de Acompanhamento do Projeto (CAP), na qual se avaliará o cronograma de trabalho até o final do ano.

O âmbito de ação da iniciativa foi delimitado ao município de Pailón, que aporta 70% da produção de algodão do país, e aos municípios de Charagua, Gutiérrez e San Antonio de Lomerío. Neste território, o projeto desenvolverá ações para fortalecer capacidades técnicas, produtivas, de gestão e de articulação para reativar o sistema produtivo algodoeiro no marco do desenvolvimento e da economia comunitária sustentáveis.

A coordenadora regional do projeto +Algodão, Adriana Gregolin, explica que o objetivo do é conectar iniciativas de países latino-americanos produtores de algodão, contemplando todos os modelos produtivos e impulsando uma agricultura baseada em práticas sustentáveis para a melhoria das condições de vida dos agricultores e agricultoras, respeitando contextos e realidades nacionais e as solicitações dos governos e instituições nacionais do setor algodoeiro.

“Juntos, FAO, ABC/MRE, governo da Bolívia e sociedade civil do país estarão contribuído por meio do projeto para alcançar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), a erradicação da fome e superação da pobreza rural nas regiões deprimidas pela crise do setor algodoeiro”, disse Adriana.

A experiência brasileira na atividade algodoeira é uma referência para o projeto +Algodão, já que o país passou da condição de importador para de grande exportador do produto, principalmente devido ao grande aumento de sua produtividade. O país tem ampla experiência no desenvolvimento de tecnologias nesta cadeia de valor. Além da Bolívia, participam desta iniciativa de Cooperação Sul-Sul Trilateral: Argentina, Colômbia, Equador, Haiti, Paraguai e Peru.

Visitas técnicas de campo

De terça (24) a sexta-feira (27), a missão técnica do projeto +Algodão Bolívia irá percorrer os municípios de Pailón e Charagua (no departamento de Santa Cruz) para a realização de oficinas técnicas sobre temas relacionados à cadeia de valor do algodão, tais como Assistência Técnica e Extensão Rural (ATER); comércio justo; resgate de sementes nativas e produção de sementes. Além disso, o grupo visitará propriedades rurais de agricultores nas comunidades de Los Arenales (Pailón), Charagua e a parcela demonstrativa do Instituto Agrícola “El Vallecito”, entre outros.

“As unidades técnicas demonstrativas que serão implementadas na Bolívia, assim como as implementadas nos outros cinco países parceiros, são modelos estabelecidos pelas organizações nacionais de pesquisa e extensão rural junto com as instituições brasileiras cooperantes, que nos apoiam para avançar em uma produção sustentável em direção aos mercados internacionais de algodão, além dos mercados nacionais”, explicou Adriana.

A missão é formada por representantes de FAO, ABC/MRE, dos ministérios bolivianos envolvidos e instituições brasileiras cooperantes: Associação Brasileira das Empresas Estaduais de Assistência Técnica e Extensão Rural (Asbraer); Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural da Paraíba (Emater PB) e Subsecretaria Nacional de Economia Solidária do Ministério do Trabalho do Brasil (Senaes/MT).

Além disso, participarão representantes dos governos locais de Pailón e Charagua, de universidades, de centros de pesquisa, de associações de pequenos agricultores, entre outros.

Contexto do algodão

Segundo o estudo “O estado da arte no setor algodoeiro em países do Mercosul e associados“, publicado pelo projeto +Algodão, o cultivo de algodão na Bolívia, também chamado “tocuyo”, intensificou-se durante o século 18, na época colonial, especialmente na região de Cochabamba.

Atualmente, o algodão é cultivado principalmente na região de Santa Cruz de la Sierra, por pequenos e médios produtores, mas também por grandes empresas agroindustriais. O auge do cultivo de algodão na Bolívia foi durante a década de 1990 e, nos anos seguintes, a produção foi reduzindo-se de maneira significativa, apesar do aumento dos preços no mercado mundial.

O algodão na América Latina e Caribe é de grande importância para a agricultura familiar, sendo 80% das unidades produtoras deste tipo. Na região, o algodão é cultivado há milhares de anos e, atualmente, corresponde a um dos produtos agrícolas mais importantes do mundo, com um uso de 5% da terra cultivável do mundo.



Fonte : Imagem News    Autor : nacoesunidas.org

 
 
Nome :
E-mail :
Comentários :

 

Digite o código ao lado :
Code Image - Please contact webmaster if you have problems seeing this image code Mostrar outro código

 

 
Existem ( 0 ) Comentário(s)

 
 
Nome :

E-mail* :

Cadastrar Remover


Nosso Telefone : (69) 3229-0355 / (69) 8402-4833 E-mail : atendimento@imagemnews.com
Endereço: R. Joaquim Nabuco, 2507 sala 16 Bairro: centro Cidade : Porto Velho - Rondônia