Rondônia, sexta-feira, 24 de novembro de 2017
 
 

IPT realiza estudo sobre Sistema de Manejo de Troncos da Hidrelétrica Santo Antônio | Imagemnews.com.br Agência Imagemnews - Jornal Eletrônico, Notícias de Rondônia e Região IPT realiza estudo sobre Sistema de Manejo de Troncos da Hidrelétrica Santo Antônio
23/10/2017 - 17:04 - ( Cotidiano )

O Instituto de Pesquisas Tecnológicas de São Paulo (IPT), em conjunto com a Santo Antônio Energia, está desenvolvendo um projeto de pesquisa e desenvolvimento (P&D) sobre o sistema de contenção de troncos da Hidrelétrica Santo Antônio, localizada no Rio Madeira, a sete quilômetros de Porto Velho (RO). Chamado de Log Boom, esse sistema direciona os troncos de árvores para o curso natural do rio e é uma das estruturas fundamentais da usina. Outra função do sistema é evitar que as turbinas da usina sejam prejudicadas.




O Rio Madeira tem características próprias, por isso a construção da Hidrelétrica Santo Antônio apresentou um grande desafio para a engenharia. O Madeira nasce na Cordilheira dos Andes e vem trazendo em seu caminho uma quantidade enorme de sedimentos e de material flutuante, como galhos e troncos de árvores, que chegam a 20 metros de comprimento e 2 metros de diâmetro. No período de cheia, essa quantidade pode chegar a 9 mil troncos por dia, que descem naturalmente em seu curso. Por causa dessa característica, o nome do rio passou a se chamar Madeira. 

Outra função do sistema é evitar que as turbinas da usina sejam prejudicadas. O Log Boom da Hidrelétrica Santo Antônio é o maior do mundo e possui mais de 5,8 km de extensão. Ele é composto por um conjunto de boias de polietileno de alta resistência, as quais sustentam estruturas de aço especial, que vão desde a superfície da água até a profundidade de 4 metros, aproximadamente.

O projeto de pesquisa foi iniciado em novembro do ano passado e está utilizando diversas tecnologias com o intuito de aperfeiçoar a estrutura do equipamento. O projeto, objeto de estudo de duas dissertações de mestrado em Engenharia na USP, além de ser baseado em projeções computacionais, também inclui um simulador real instalado em um tanque de provas com uma estrutura 10 vezes menor do que a construída na hidrelétrica. Nas próximas etapas do estudo, serão realizadas medições em campo por meio de sensores fixados em algumas grades da estrutura instaladas na usina, com o intuito de obter dados reais para compará-los com os dados dos simuladores.




O objetivo é entender as condições necessárias para a otimização dos recursos, de forma a atuar apenas onde e quando for preciso, reduzindo assim os custos nos serviços de operação e manutenção, além de garantir maior eficiência na operação. Ao todo, mais de 20 pesquisadores trabalham no projeto.

Pesquisadores do IPT que participam do projeto de pesquisa apresentaram resultados preliminares na 30ª Conferência Americana de Tanques de Reboque dois trabalhos científicos sobre o Log Boom, entre 3 e 5 de outubro, em Montgomery County, no Estado de Maryland, nos Estados Unidos. Um dos trabalhos busca desenvolver e validar um método numérico baseado em um software que simula os impactos da água na estrutura. O outro faz uma análise dos ensaios no tanque de prova para entender melhor os efeitos da movimentação provocada pela água no log boom.


Fonte : Imagem News    Autor : SANTO ANTONIO ENERGIA

 
 
Nome :
E-mail :
Comentários :

 

Digite o código ao lado :
Code Image - Please contact webmaster if you have problems seeing this image code Mostrar outro código

 

 
Existem ( 0 ) Comentário(s)

 
 
Nome :

E-mail* :

Cadastrar Remover


Nosso Telefone : (69) 3229-0355 / (69) 8402-4833 E-mail : atendimento@imagemnews.com
Endereço: R. Joaquim Nabuco, 2507 sala 16 Bairro: centro Cidade : Porto Velho - Rondônia