Home Esporte Carlos Miguel diz que não foi procurado pelo Corinthians para renovar e...

Carlos Miguel diz que não foi procurado pelo Corinthians para renovar e revela que teria ficado

0
0
Carlos Miguel diz que não foi procurado pelo Corinthians para renovar e revela que teria ficado

Para tirar Carlos Miguel do Corinthians, com quem tinha contrato até o fim de 2025, o Nottinham Forest desembolsou apenas a quantia de 4 milhões de euros, valor referente à multa

Reprodução/Twitter/@_carlosmiguel98Goleiro Carlos Miguel vinha sendo preparado como substituto de Cássio, que foi para o Cruzeiro

Rumo ao Nottingham Forest, onde vai disputar o Campeonato Inglês, o goleiro Carlos Miguel abriu o jogo sobre sua saída do Corinthians. O atleta disse, em entrevista ao programa “Benja Me Mucho”, no YouTube, que não foi chamado pelo presidente Augusto Melo para renovar seu contrato com o clube do Parque São Jorge. “Não (ninguém do Corinthians me chamou para renovar). Para sentar na sala, acho que faz umas duas ou três semanas… Foi na véspera do jogo contra o São Paulo”, disse Carlos Miguel, em um trailer revelado do programa. O goleiro vinha sendo preparado como substituto de Cássio, que foi para o Cruzeiro. No entanto, a diretoria alvinegra não aumentou o valor de sua multa rescisória, considerada baixa para os padrões do mercado, e ele deixará o Parque São Jorge nesta janela.

Para tirar Carlos Miguel do Corinthians, com quem tinha contrato até o fim de 2025, o Nottinham Forest desembolsou apenas a quantia de 4 milhões de euros, valor referente à multa. “Ninguém vai tirar minha alegria de jogar, nunca na minha vida. Pode estar o mundo inteiro contra mim. Eu não estou indo para lá ganhar rios de dinheiro igual todo mundo está falando. Querem falar, podem falar, só que eu vou calar a boca de todo mundo que foi lá falar. O contrato, quando favorece o clube, aí é legal. Agora quando favorece os jogadores, eles não gostam”, diz o goleiro. Perguntado se teria renovado com o Corinthians caso tivesse recebido uma proposta, ele respondeu: “Sim, teria”.

Publicado por Carolina Ferreira

*Com informações do Estadão Conteúdo

 

Fonte: Oficial