Home Economia CEO no Ibovespa pode ganhar até R$ 68 milhões por ano

CEO no Ibovespa pode ganhar até R$ 68 milhões por ano

3
0
CEO no Ibovespa pode ganhar até R$ 68 milhões por ano

Um levantamento realizado pelo jornal Folha de S.Paulo mostrou que o Chefe Executivo (CEO) de uma grande companhia pode ganhar até R$ 68 milhões por ano. O estudo foi feito elaborado consultor em governança corporativa Renato Chaves. Os dados analisados são da Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

O documento mostrou que os CEOs mais remunerados do Ibovespa, por ano, são das seguintes empresas:

  • Itaú Unibanco: R$ 67,7 milhões;
  • Hapvida: R$ 67,4 milhões;
  • JBS: R$ 58,1 milhões;
  • Vale: R$ 52,6 milhões;
  • Prio: R$ 40,6 milhões;
  • Localiza: R$ 38,5 milhões;
  • Cosan: R$ 38,2 milhões;
  • B3: R$ 37,6 milhões;
  • Suzano: R$ 37,5 milhões; e
  • Natura&Co: R$ 33,5 milhões.
O Ibovespa é o principal indicador de desempenho das ações negociadas na B3 | Foto: Reprodução/Pixabay

A avaliação dos ganhos da alta cúpula de uma companhia é dividida em quatro partes. São elas: salário fixo, salário variável (bônus e participação nos lucros), plano de ações (stock options) e benefícios pagos no ano.

“Em alguns casos, a empresa paga também o pós-emprego”, explicou o consultor à Folha. “Uma espécie de quarentena antecipada para que o executivo não vá para a concorrência.”

Na lista dos presidentes de conselho mais bem pagos, destacam-se as seguintes companhias:

  • Raízen: R$ 57,4 milhões;
  • Rede D’Or: R$ 37,2 milhões;
  • Hapvida: R$ 29,2 milhões;
  • Itaú Unibanco: R$ 18,5 milhões; e
  • Pão de Açúcar: R$ 16,8 milhões.

Segundo apuração da Folha, foi constatado que, no caso da Rede D’Or, um dos conselheiros lucra mais do que o presidente do conselho e do que o próprio CEO.

As médias do Ibovespa mostram que o salário do chefe executivo (R$ 15 milhões) costuma ser três vezes maior do que o do líder de conselho (R$ 4 milhões). Mas existem casos onde o cenário é inverso.

Companhias como BTG Pactual, Renner, Pão de Açúcar e Raízen são exemplos dessa exceção.

Legislação exige relatório da remuneração do CEO para empresas de capital aberto

A legislação para empresas com capital aberto diz que as companhias devem enviar à CVM os três níveis de remuneração da diretoria (maior, menor e médio). Também é preciso fornecer as mesmas informações sobre o pagamento do conselho.

“Não é aberto o CPF do detentor de cada salário”, disse Chaves. “Mas é de praxe que, na estrutura organizacional de uma empresa, a maior remuneração seja a do líder: no caso da diretoria, é a do CEO. No conselho, o presidente do conselho de administração.”

Dentre as melhores remunerações de CEO no ranking apresentado, cinco empresas lidam com maior disparidade de salário, quando comparado à média da equipe. Confira:

  • JBS: 1,1 mil vezes superior;
  • Localiza: 559 vezes superior;
  • Vale: 515 vezes superior;
  • Hapvida: 494,4 vezes superior; e
  • Suzano: 471 vezes superior.

Fonte: Oficial