Home Tecnologia Aprenda o básico do ChatGPT

Aprenda o básico do ChatGPT

3
0
Aprenda o básico do ChatGPT

O uso de plataformas e aplicativos de inteligência artificial (IA) está revolucionando a maneira como os seres humanos buscam informações. A maioria dos usuários utiliza a IA para pesquisas, e muitos encontram satisfação com ferramentas como Bing, Copilot, Perplexity e Gemini.

Entre as várias opções, o ChatGPT se destaca. A versão gratuita já oferece bons resultados, mas a versão paga, ChatGPT-4, é onde a verdadeira magia acontece. Essa versão custa US$ 20 por mês.

O valor pode parecer alto, mas, se bem aproveitado, os US$ 20 se justificam. O ChatGPT-4 oferece um ótimo retorno se usado corretamente. Em reportagem publicada na Edição 222 da Revista Oeste, o colunista Dagomir Marquezi detalha as funcionalidades do ChatGPT.

O que é o ChatGPT

Para quem ainda não experimentou, o ChatGPT permite que os usuários interajam diretamente com a IA. O ponto de contato é a caixa de texto na parte inferior da tela.

O segredo para obter bons resultados é usar um bom prompt. O prompt é a pergunta ou pedido que você faz ao ChatGPT-4. Quanto mais claro e específico for o prompt, melhores serão os resultados.

Lembre-se de que você está dialogando com uma inteligência. Trate-a como se fosse um colega de trabalho. Esse diálogo não só ajuda a alcançar o que você deseja, mas também pode revelar novas direções para sua pesquisa. É importante manter a mente aberta para novas possibilidades.

Como interagir com a IA

O GPT-4o, ao ser solicitado para desenhar um mapa da França com destaque a Nantes e Amiens, onde Jules Verne nasceu e faleceu, apresentou dificuldades. Embora eficiente em tarefas textuais, não conseguiu produzir um mapa simples da França.

Em contrapartida, quando desafiado a criar uma ilustração que resumisse a vida e a obra de Verne, o GPT-4o surpreendeu. A imagem sugerida era de Verne escrevendo à luz de velas, com a mente repleta de ideias. Em apenas cinco segundos, o resultado foi entregue.

Além disso, o GPT-4o apresentou uma análise detalhada da obra gerada.Eu o interpelei sobre o significado de uma caveira na ilustração e recebi quatro respostas.

  • Memento mori: a caveira pode servir como um memento mori, um lembrete da mortalidade. Esse conceito era comum nas artes e na literatura, lembrando as pessoas de que a vida é temporária e de que devem aproveitar o tempo que têm.
  • Inspiração literária: a caveira pode simbolizar os elementos sombrios e misteriosos presentes em muitas das obras de Verne. Embora conhecido por suas histórias de aventura e exploração, algumas de suas narrativas também exploravam temas mais sombrios e filosóficos.
  • Ciência e curiosidade: Jules Verne tinha grande interesse pela ciência e pelo desconhecido. A caveira pode representar seu fascínio pelo estudo da vida, da morte e das ciências naturais.
  • Estética gótica: no século 19, havia uma tendência estética que incluía elementos góticos e macabros. A presença da caveira pode ser um reflexo dessa estética, que também era popular entre os escritores da época.

O GPT-4o demonstrou uma capacidade impressionante de criar obras e fornecer análises detalhadas e pertinentes sobre Jules Verne, ampliando o conhecimento sobre o autor além de suas obras conhecidas.

O assinante pode ler a reportagem completa ao clicar neste link.

Fonte: Oficial